Rio Moda Hype traz novos talentos à semana de moda carioca

1 06 2012
TATIANA SISTI
Direto do Rio de Janeiro

Na manhã desta quinta-feira (24), os “novatos” se apresetaram em um desfile coletivo do Rio Moda Hype, que aconteceu nao Jockey Club do Rio de Janeiro. Apesar de ser uma apresentação para mostrar aos convidados e à imprensa as novas apostas de estilistas, está não é a primeira vez de nenhum dos cinco nomes, que já fizeram de uma a sete demonstrações neste evento. O casting dos desfiles – escolhido pela produção – conta com modelos que estão estreando na passarela, e também com outras já mais conhecidas, como a estrela transexual Carol Marra.

INFOGRÁFICO:Vote no melhor look do 2° dia de desfiles no Rio
INFOGRÁFICO:Enquete: vote no look que menos gostou na semana de moda carioca 
INFOGRÁFICO:Isis Valverde ou Izabel Goulart? Escolha a n° 1 do Fashion Rio

Akihito Hira, do Distrito Federal, foi responsável pela abertura. Ele e o também estilista Julio César se inspiraram na alfaiataria esportiva e nos remadores “rowing” e foi exatamente isso que ele levou para a passarela, ao som de Youthless. As calças, bermudas e blazers de linho, algodão e malha, com cortes de alfaiataria, ganharam um “quê” esportivo por meio de amarrações, capuz e cintura levemente marcada, mas todas as peças com a proposta de serem confortáveis e com certa classe ao mesmo tempo.

Além disso, eles também apostaram em calças tipo legging e transparência discreta, na medida certa para o público masculino.Na cartela de cores predominaram o branco, verde e azul em tons claros. Esta linha é a cara dos homens elegantes, mas com uma certa bossa. Esta é a quarta vez que a grife se apresenta no evento.

André Lucian foi o segundo a mostrar sua coleção de verão 2013, ao som de Skin. O estilista apostou em uma linha totalmente minimalista, que foi inspirada na dualidade humana. Os shapes retos e clean com modelagem bastante fluída e simétrica montavam looks ora lisos, ora com estampas florais ou listrados abstratos.

A transparência na região dos seios ou de forma discreta em vestidos completos combinados com hot pants chamaram a atenção. Para dar mais charme para as peças de seda acetinada, crepe, jersey e um toque de couro, maxicolares, pulseiras e anéis foram usados individualmente em cada look.

Apesar de clássicas, algumas peças mais ousadas contavam com recortes no bustiê. Na cartela de cores predominaram o preto, azul royal e laranja cítrico, algumas vezes em degradê – tendência apontada por marcas tradicionais nesta temporada do Fashion Rio. Esta é a terceira vez que o estilista se apresenta no evento.

Antonio Bizarro, que teve Carol Marra como uma das estrelas do desfile, levou para a passarela uma coleção de verão andrógena e muito conceitual, onde peças de homens e mulheres se confundiam entre si e poderiam ser facilmente trocadas: homens de sombra nos olhos, mulheres de calças com cavalo baixo.

A linha, que foi inspirada na alfaiataria ocidental com elementos do vestuário ocidental, e nas fotos dos portos de desmantelamento de navios em Chittagong, estava repleta de sáris e modelagens sobrepostas confeccionadas em algodão, viscose, linho e couro. O shape solto por conta das diversas dobraduras dos tecidos serviu para os dois sexos. Vários tons de azul, areia, branco e laranja formaram a cartela de cores. O ponto indiano ficou por conta dos nose-pins (brincos na orelha que se ligavam ao piercing no nariz), dos braceletes e das bolsas em couro. Esta é a segunda vez que o estilista apresenta sua coleção.

San Marcuccy, do Distrito Federal, se inspirou na Tropicália para a coleção de verão 2013. Elegantes e sexy na medida certa, modelos se apresentaram ao som de Under Your Spell. Vestidos totalmente fluidos e com fendas profundas ou duplas ganharam a passarela ao lado de peças com cut out e mix de tecidos texturizados.

A modelagem é estruturada e geométrica na parte superior e leve, com plissados algumas vezes na parte inferior. Por isso, a mistura de tecidos como algodão, linho, seda, casualmente recortados a laser. Algumas peças com acabamento mal feito propositalmente criaram o high-low sofisticado em alguns looks. Na cartela de cores se destacam desde tons clássicos como bege, off-white, até cores mais fortes como azul e laranja. Esta é a terceira vez que o estilista participa do evento.

Martins Paulo, do Piauí, é uma das grandes apostas dos novos nomes da moda. Inspirado na mitologia indígena brasileira, o estilista investiu em peças bastante estruturadas e gráficas, mas confeccionadas com materiais sintéticos e naturais. Nas estampas, penas se confundiam com as aplicações de mesmo desenho e tons fortes como verde, azul e vermelho sobrepostos ao branco. O shape reto apareceu em vestidos e calças, com fendas e recortes discretos. Mas para o fim da apresentação, a assimetria apareceu em saias e blusas. O estilista é o veterano, com sete apresentações no evento.

http://moda.terra.com.br/modacarioca/desfiles/noticias/0,,OI5792375-EI20167,00-Rio+Moda+Hype+traz+novos+talentos+a+semana+de+moda+carioca.html

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: